Justiça determina retirada do ar do especial de Natal do Porta dos Fundos

Foto: Reprodução

A Justiça do Rio de Janeiro, por meio da decisão do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível, determinou, nesta quarta-feira (8), a retirada do ar do especial de Natal do canal Porta dos Fundos, “A Primeira Tentação de Cristo”, na Netflix. A informação foi divulgada pelo colunista Alcelmo Gois, do jornal O Globo. A decisão atende à solicitações de grupos religiosos e políticos, como a Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura.

A sátira levantou polêmica após insinuar que Jesus Cristo seria homossexual. O personagem, interpretado por Gregorio Duvivier, retorna para casa após 40 dias no dias com um suposto namorado chamando Orlando (Fábio Porchat).

Publicidade
Publicidade
Publicidade