Filha de Pocah, do BBB, sofre ataques racistas na web após formação de paredão

A filha da sister do BBB, Pocah, foi alvo de comentários racistas nas redes sociais. A equipe que gerencia as redes sociais da cantora resolveu expor a situação em que a família da artista está passando desde a votação para a formação do paredão, no último domingo (18).

“É louco pensar que essas mensagens, direcionadas a uma criança de 5 anos, são motivadas exclusivamente porque a mãe dela resolveu… votar em um jogo de votação, né? O que está acontecendo no mundo? O que está acontecendo com as pessoas?”, escreveu a equipe de Pocah. Porém, os comentários racistas não vão passar despercebido e ações judiciais vão ser tomadas contra o autor das mensagens.

Racismo! Crime! Um crime sendo cometido sob os nossos olhos por contrariar os gostos de um público de Reality show. Desumano! Imoral! Independente de torcida X ou Y, de emoji, ou o que quer que seja. O que está em jogo aqui é o conteúdo cerimonial das mensagens”, completou.

Equipe de Juliette repudia mensagens

A equipe que está gerindo as redes sociais da sister Juliette também reforçou o repúdio as ofensas racistas contra Toyah, de cinco anos. Eles classificaram o caso como “absurdo“.

“Papo rapidinho aqui: reta final, 15 dias para o fim do BBB. Veremos de tudo. Mas continuaremos sem aceitar ver, e repudiando veementemente, qualquer ataque que incite ódio, ou seja, crime. Isso é um jogo, existem limites”, reforçou a equipe da paraibana.

Leia a mensagem:

Publicidade
Publicidade
Publicidade