“Dói demais”, diz Whindersson Nunes um mês após a morte do filho

O humorista Whindersson Nunes desabafou nas redes sociais nesta sexta-feira (16) sobre a morte do filho, João Miguel. O bebê, fruto do relacionamento com Maria Lina Deggan, nasceu prematuro e morreu apenas dois dias depois de vir ao mundo.

Em texto, Whindersson falou sobre o que está sentindo pouco mais de um mês após a morte de João Miguel. “Saudade do meu filho. Dói demais não ter como fazer nada, nem sei se mais alguma coisa pode. E quando você precisa que o tempo ande rápido ele para. Enfim”, escreveu.

Os fãs do humorista escreveram mensagens de apoio a Whindersson. “Fica firme, homem valoroso, Deus é contigo”, disse um. “Você vai descobrir o quanto é forte, porque a maior ferida você já teve, e vai ver que mais nada nesse mundo é capaz de te ferir”, escreveu outro. “Força, Whindersson! Acredite que tudo vai melhorar, seu filho será eterno, mas logo, logo ele estará vendo do céu irmãozinhos brincando com os pais”, comentou uma outra pessoa.

Após o falecimento do bebê, os pais, Whindersson e Maria Lina, fizeram tatuagens em homenagem à João Miguel.

Confira as publicações:

Publicidade
Publicidade
Publicidade