Cantor do grupo Molejo é acusado de estupro por jovem de 21 anos

O vocalista do grupo Molejo, Anderson Leonardo, está sendo acusado pelo cantor e dançarino, MC Maylon, de cometer crime de estupro. Segundo o rapaz, o caso teria ocorrido no final de ano passado em um quarto de motel em Sulacap, no Rio de Janeiro. Porém, os advogados de Anderson negam as acusações.

O fato é que o caso está sendo investigado pela Polícia do 33º DP, que fica em Realengo. A polícia carioca afirmou à revista Quem que Anderson Leonardo será intimado para prestar esclarecimentos sobre o caso nos próximos dias. “Os agentes aguardam o resultado do boletim médico do hospital para verificar se houve ato sexual, e vão requisitar imagens de câmeras de segurança instaladas no estabelecimento onde teria acontecido o fato e ouvir testemunhas. Os policiais também vão coletar objetos e elementos que estejam relacionados ao caso para esclarecer todas as circunstâncias do ocorrido”, explicou em nota.

A defesa do cantor publicou em nota que Anderson Leonardo está surpreso com as acusações de estupro. Ainda segundo os advogados, o vocalista do grupo Molejo lamenta o fato de ter o nome liga a tais declarações que, segundo ele, são infundadas. Eles ainda relembraram que em mais de 30 anos de vida pública nunca foi acusado de qualquer ato criminoso. Porém, Anderson afirma que conhece a vítima. “A suposta vítima já esteve presente em diversas apresentações artísticas do cantor, em ocasiões posteriores à falaciosa alegação, o que demonstra, claramente, que a narrativa publicada nunca ocorreu”, diz um trecho da nota.

A suposta vítima

MC Maylon, de 21 anos, prestou depoimento na 33ª Delegacia de Polícia e afirmou à revista Quem que possui provas concretas contra o cantor. “Vou levar o sabonete do hotel e a cueca suja com sangue e esperma dele. Também vou fazer exame de corpo de delito hoje”, afirmou.

O dançarino relembrou que possuía uma relação próxima com o agressor, antes do acontecimento. Ele chegou, inclusive, a fazer uma tatoo com o rosto do cantor. “Poderia ter agredido ele, mas como fazer isso com um cara que eu amava e considerava meu pai? Me travei na hora e tomei um choque”, relatou.

Após a suposta agressão física, MC Maylon afirma ter entrado em depressão. “O Anderson destruiu o sonho da minha carreira e da minha dignidade. Não sou maluco de acusar não tendo prova”, disse. O jovem ainda afirma que, desde a denúncia, tem sofrido com ameaças pessoas próximas a Anderson Leonardo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade