“Cabeção” de Malhação 2000 vai abrir clínica de reabilitação

Consagrado como o eterno “Cabeção” da primeira temporada de malhação, na Rede Globo, o ator Sérgio Hondjakoff decidiu criar um instituto para ajudar dependentes químicos, no interior de São Paulo.

Aos 37 anos, o artista se uniu a um amigo químico que atua na área, e resolveu passar uma temporada em uma chácara em ilha Solteira, SP. Lá Sérgio também realiza o próprio tratamento.

“Após passar por uma internação e ver a triste realidade das famílias que são obrigadas a se submeter a um tratamento, que, na maioria das vezes, é de baixa qualidade e eficácia, entrei em contato com um amigo que atua na área há muitos anos, e juntos estamos fundando um instituto social voltado para a causa, que será totalmente gratuito e, sem dúvida, vai revolucionar a maneira como ocorre os tratamentos na atualidade”, explicou ele ao portal EXTRA.

O local se chama “Centro de tratamento, pesquisas e desenvolvimento voltado a dependência química, álcool, depressão, ansiedade e outros distúrbios”. e deve oferecer tratamento ambulatorial, internações voluntárias e compulsórias, tratamento para depressão, terapia com ibogaina. Além de pesquisas cientifícas e desenvolvimento de novos medicamentos e métodos para tratar pacientes.

Nesta semana Sérgio Hondjakoff utilizou as redes sociais para comentar sobre sua recuperação e como tem sido superar os próprios desafios.

“Nossa recuperação deve vir em primeiro lugar. Empregados ou desempregados, com ou sem relacionamentos. Temos que assistir às reuniões, trabalhar os passos, telefonar para nosso padrinho ou madrinha e estar a serviço de Deus e dos outros. Essas simples ações tornam possível termos férias, famílias e patrões com que nos preocuparmos. A recuperação é o alicerce de nossas vidas, fazendo com que tudo mais seja possível”, diz o texto publicado nos stories do Instagram do ator.

“Só por hoje: manterei minhas prioridades em ordem. Minha recuperação está em primeiro lugar na lista”, continuou.

Foto:Reprodução/Instagram/João Miguel Júnior/TV Globo/Divulgação
Publicidade
Publicidade
Publicidade