Alok recusa R$ 10 milhões para promover “cura gay”

Uma Igreja Evangélica ofereceu R$ 10 milhões para Alok participar de uma campanha contra a comunidade LGBTQI+. O DJ e produtor revelou a história em entrevista ao canal de Matheus Mazzafera no YouTube. O clip promoveria a “cura gay”, mas ele recusou a proposta, apesar do dinheiro.

“O cara falou assim: ‘vou fazer um clipe, vou bancar R$ 10 milhões para gente fazer bombar esse clipe’. Pensei ‘pô, massa, vamos fazer, R$ 10 milhões!, vamos fazer o roteiro’. Aí o roteiro era um cara gay, que descobre a Bíblia e se converte. Eu falei assim ‘cara, você pode me dar os R$ 10 milhões, todo dinheiro do mundo, mas não tem como eu fazer isso, porque não é o que eu acredito’. Eu não consigo. Eu realmente neguei”, contou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade